Portfólio

34 registros encontrados

Filtro(s) escolhido(s):
Tradução de livros

10
Março
2014

As 100 palavras da gastronomia


Organizadores: Alain Bauer e Laurent Plantier

Não sonharia o gastrônomo, antes de tudo, com as palavras? Ao entrar num restaurante, já é a leitura, a do cardápio, que começa a aguçar-lhe as papilas. Quando nos foi a proposta a ideia de redigir as 100 palavras da gastronomia, de imediato pensamos que, para um campo tão rico, seria uma pena fazer algo limitado. Então, desejamos associar a esta entrada na matéria de gastronomia o savoir-faire de cem chefes, críticos e gastronômicos.


10
Fevereiro
2014

Relentless - Sepultura


O único livro a cobrir os 30 anos de história da banda mineira Sepultura, escrita por Jason Korolenko.

Tradução: Roberto Candido Francisco

 


16
Dezembro
2013

Boletins de Publicações da SABESP


Tradução dos títulos e resumos selecionados das publicações assinadas pela SABESP e diagramação do boletim.


10
Novembro
2013

Nothin to lose: A formação do Kiss - 1972-1975

Cliente: Saraiva
Serviços: Revisão; Tradução de livros

O cenário musical dos anos 1970 foi marcado por homens maquiados e com roupas espalhafatosas. Quando levaram essas características ao extremo, Gene Simmons e Paul Stanley ficaram a um passo de criar o Kiss. Com maquiagem, roupas chamativas e botas plataforma se transformaram em figuras paradoxais: cativantes e assustadoras ao mesmo tempo. Simmons virou “Demon” e Stanley se tornou “Starchild”. Aos dois, juntaram-se “Space Man” (Ace Frehley) e “Catman” (Peter Criss).

Com duas dezenas de discos lançados e 100 milhões de cópias vendidas, o Kiss é praticamente uma instituição do rock. Em mais de 40 anos de carreira, seu legado parece inesgotável, e sua legião de fã, inabalável.

Para explicar o Kiss, o jornalista Ken Sharp, com a colaboração de Stanley e Simmons, vasculhou o passado da banda atrás de material exclusivo e histórias inéditas.

E descobriu muito. Mais de 200 entrevistas depois, o resultado é Nothin’ To Lose, um relato íntimo e original sobre os passos iniciais da banda que conseguiu reinventar o rock.

Tradução de Pedro Barros.


24
Junho
2013

Felicidade

Cliente: Editora Unesp
Serviços: Tradução de livros

Com foco na Europa e nos Estados Unidos, Greve examina como o conceito de felicidade pode contribuir para a compreensão de aspectos centrais da sociedade moderna, investigando desde questões relacionadas à análise do Estado de bem-estar social até o cotidiano dos indivíduos. Ao enfatizar as diferentes conotações e usos do conceito, o livro pretende  contribuir com a melhoria da percepção a respeito das situações que têm impacto nas sociedades e das razões que as tornam bons lugares para viver.

Greve sugere que os governos e a economia se beneficiariam se aprofundassem seus conhecimentos acerca da felicidade. As pesquisas, diz, poderiam ser usadas como guias diferenciados de gestão de recursos. Se, por exemplo, dois tipos de intervenção trouxessem semelhantes impacto e custos, seria mais interessante optar pelo que garantisse melhoria mais substancial no nível de felicidade. Como, no entanto, saber o que tornará as pessoas mais felizes? O aperfeiçoamento dos estudos de medição pode ser um caminho: “As pessoas, na verdade, são capazes de responder sobre o que entendem por felicidade não apenas no curto prazo, mas também no longo prazo.”

 


« Anterior  003|004|005|006|007 Próximo »